New Detail

Artigo de Opinião

Propósito e Humanização, palavras de ordem para 2019!

28 of December of 2018


Para 2019, acredito que existem três pilares do nosso projeto profissional na Talenter™.
Quando pensamos numa marca ou empresa é fácil associá-lo ao produto que comercializam ou ao serviço prestado. Mas as que realmente nos marcam são as que conseguem passar-nos o propósito que seguem, o seu “porquê” de existir. Criar, desenvolver e reforçar o propósito junto das nossas equipas é talvez a atividade mais nobre de um líder, a alavanca de uma maior motivação e paixão pelo que se faz, que exsuda para os nossos clientes e stakeholders, que passam a acreditar nesta razão de ser.

Pensar os processos human-centered é fundamental em RH. Sermos mais humanos nas nossas abordagens, seja num processo de recrutamento e seleção, seja no desenho do espaço de trabalho, seja na parametrização dos nossos softwares, significa que nos preocupamos com o bem-estar das nossas pessoas e, assim, elas poderão estar mais focadas e dedicadas aos nossos clientes em projetos externos. Mais, poderão ser, também elas, motor de humanização do mercado de trabalho e, verdadeiramente, fazerem a diferença.

A aposta na inovação tecnológica e na cocriação de um mercado de trabalho mais próximo, imediato, 100% disponível e mais simples é uma meta para 2019.

Acreditamos que o caminho digital trará não só os benefícios intrínsecos da autonomização e digitalização, mas também o mindset e a aprendizagem necessários à implementação de uma verdadeira transformação tecnológica. Com a vantagem de que une na perfeição as ideias anteriores de propósito e humanização, ao facilitar a criação de uma rede de confiança personalizada com todos os nossos interlocutores.

Dois gestores ou pessoas de referência

No percurso que trilhámos na gestão de talento e de pessoas, são referência Ed Catmull (presidente da Pixar) e Simon Sinek (autor de Start with Why e Leaders Eat Last). Ambos mostram a importância do propósito na gestão das pessoas e na inspiração necessária para atingirem o seu potencial, e ambos referem humildemente as falhas e obstáculos que vão surgindo no caminho de quem lidera.

Com Catmull, aprendemos o papel da criatividade (independentemente do setor onde trabalhamos) e da importância da honestidade construtiva em qualquer equipa. Sabemos que diferentes pessoas trazem diferentes perspetivas e que todas acrescentam mais valor ao projeto em mãos (mais até do que o próprio líder!)

Com Sinek, delineámos os pressupostos para construir um projeto maior que nós e que, por isso mesmo, ganha personalidade e vida própria. Compreendemos que não queremos pessoas motivadas nas nossas equipas, mas sim pessoas inspiradas pelo espirito de serviço que imbuímos no nosso trabalho.

Uma pergunta para o futuro:

Porque estás aqui e fazes o que fazes?
Qual é o teu “porquês”?

Em 2019 vamos…

Criar valor ao mercado português de RH, com uma presença renovada no campo digital; vamos apostar no "lado B” dos nossos profissionais, futurizando as suas carreiras a partir das suas qualidades (e defeitos!), como pessoas que são; vamos continuar a construir um projeto sustentável e alinhado com as best practices para que todos possamos conhecer e viver o nosso “porquê” nos nossos projetos profissionais, todos os dias.

Por: Rita Duarte, Coordenadora Inovação & Desenvolvimento na Talenter™