Confronto do Stresse, Fatores Psicossociais e Saúde no Trabalho

Confronto do Stresse, Fatores Psicossociais e Saúde no Trabalho

Marco Ramos

A saúde é essencialmente a capacidade de autorregulação psicobiológica e de adaptação social. Enquanto capacidade, é uma condição de proficiência organizacional. No trabalho, a saúde joga-se na forma como lidamos quotidianamente com as contrariedades que nos perturbam. Essa forma de lidar designa-se de confronto do stresse (coping, na literatura científica). Como será o tipo de confronto do stresse que mais se relaciona com a saúde no trabalho? Poderá ele depender de fatores psicossociais, relativos à organização e realização do trabalho? Com base no estudo da realidade portuguesa do trabalho (mental e emocional), o presente livro desvenda a configuração mais salutogénica de estratégias de confronto do stresse, bem como os fatores psicossociais que mais parecem apoiar esses esforços de adaptação. Espera-se que ele possa concorrer para trabalhos mais saudáveis, trabalhadores mais capazes e organizações mais produtivas.

Clique aqui para mais informações >